Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «locado»

Diz o legislador

 

      «O grupo de trabalho parlamentar da Habitação aprovou esta sexta-feira o projeto de lei do Bloco de Esquerda para punir o assédio no arrendamento, com a introdução de propostas de alteração do PS, nomeadamente uma coima aos senhorios de 20 euros por dia. [...] O diploma determina que “é proibido o assédio no arrendamento ou no subarrendamento”, entendendo-se como tal “qualquer comportamento ilegítimo do senhorio, de quem o represente ou de terceiro interessado na aquisição ou na comercialização do locado, que, com o objetivo de provocar a desocupação do locado, perturbe, constranja ou afete a dignidade do arrendatário, subarrendatário ou das pessoas que com estes residam legitimamente no locado, os sujeite a um ambiente intimidativo, hostil, degradante, de perigo, humilhante, desestabilizador ou ofensivo, ou impeça ou prejudique gravemente o acesso e a fruição do locado”» («Senhorios vão ser multados se pressionarem inquilinos a sair», Rádio Renascença, 14.12.2018, 14h43).

      Quatro locados de uma assentada — e o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora sem um locado sequer. Não é invenção dos deputados bloquistas, a palavra anda aí em diplomas legais e em livros de Direito. É só ter os olhos abertos.

 

            [Texto 10 458]

1 comentário

Comentar post