Léxico: «lolita»

Homessa

 

 

    «A imagem funciona em todas as direções. Procurar ter lolitas é perigoso. Não deveríamos ser inflexíveis, até aos 16 anos das manequins. Não devemos assobiar para o lado e fomentar algo que seja negativo. A nossa obrigação é não fomentar» (Tó Romano, director da agência de modelos Central Models, entrevistado por Carla Bernardino para o Diário de Notícias. «“Procurar ter ‘lolitas’ é perigoso, não deveríamos ser flexíveis”», 31.03.2014, p. 56).

   Carla Bernardino, que ideia infeliz foi essa de grafar em itálico a palavra? Diacho, homessa. Não me parece mal essa derivação imprópria, que já sucedeu com dezenas de outros vocábulos — embora se veja muitas vezes com maiúscula —, mas nada justifica o itálico.

 

[Texto 4311] 

Helder Guégués às 23:14 | favorito
Etiquetas: