Léxico: «lusalite»

Como se não vivessem neste mundo

 

      «Havia um conjunto de abrigos abarracados com a altura de elefantes, telhados de lusalite ferrugenta e amolgada, apoiados em quatro postes e rodeados por cercas elétricas destroçadas» (Hoje Deu Entrada no Hospital, Henry Marsh. Tradução de Jorge Nunes. Alfragide: Lua de Papel, 2017, p. 100).

      Da fábrica em Oeiras, foram chapas de lusalite para todo o mundo... Bem, mas não me escandaliza que se use o termo numa tradução. Na página 190, há mais lusalite. Talvez me choque mais que uma personagem de Mark Twain passe as passas do Algarve... (Pior é estar mal traduzido, pois no original lê-se «corrugated-iron sheets», mas não vamos agora perder tempo com isso.) Lusalite, pois: começou por ser nome comercial, Lusalite, e, com o tempo, passou a substantivo comum — lusalite. Está bem presente na literatura portuguesa, e até de outros países de língua portuguesa, mas não o vemos nos dicionários.

 

[Texto 11 785]

Helder Guégués às 10:15 | favorito
Etiquetas: ,