Léxico: «manco»

Só do século XIX

 

      «Os dias a seguir são de retaliações. Depois da revolta, há o castigo. Há uma caça aos cabecilhas do protesto. “Entram às duas da manhã dentro das celas e é porrada nos reclusos. Depois há sanções disciplinares, vão para o manco [solitária] 20/25 dias. Sem recreio e nem visitas”, descreve [Rodrigo, ex-recluso]» («Ex-reclusos contam como nasce e se prepara um motim numa prisão», João Carlos Malta, Rádio Renascença, 6.12.2018, 11h00).

      A explicação do que significa manco não é minha, mas do jornalista, e está certa. Infelizmente, nos nossos dicionários não a vamos encontrar. Encontra-se gíria do século XIX, mas não a deste século que nos foi dado viver.

 

            [Texto 10 411]

Helder Guégués às 11:25 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,