Léxico: «mauria | calinga»

Mau, Mauria!

 

      «No entanto, os governantes mauria estão no limiar da história visível. Asoka só foi devidamente identificado, como figura realmente histórica e não mítica, por um filólogo amador do século XVIII, chamado James Prinsep [1799–1840], que tinha como ocupação profissional gerir a casa da moeda britânica em Calcutá» (História do Mundo, Andrew Marr. Tradução de Manuel dos Santos Marques. Alfragide: Texto Editores, 2014, p. 140).

      Que sentido faz isto? Nenhum. Noutro texto, uma tradutora escreveu «Império Mauryan», deixando para o leitor o esforço de o pôr em português. Culpados também são, naturalmente, os dicionaristas. Porque não encontramos nos nossos dicionários o termo mauria (por vezes também se vê máuria), o que também contribui para estes erros? Ah, outra coisa: e porque não está calinga nos nossos dicionários?

 

[Texto 12 497]

Helder Guégués às 09:45 | favorito
Etiquetas: ,