Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «multiplex»

E o cinema, Porto Editora?

 

      «Fora do painel, Paulo Branco, produtor mais veterano presente na plateia de convidados, quis falar e lançou algumas ideias fortes, pondo em causa o estudo de mercado apresentado e alertando para a necessidade do mercado de exibição ter mais diversificação para o público: “Deixou de existir um outro lado na exibição dos filmes para além dos multiplexes. Tem de haver uma outra maneira do cinema ser mostrado, não pode ser só os multiplexes! Eu já desisti. O público hoje encontra apenas uma uniformização, já não há espaço para um outro lado! Talvez possa ser um bom investimento a NOS pagar 5 euros a cada espetador para ir ver filmes portugueses a fim de se chegar à marca de 1 milhão...”» («Estudo: 61% afirmam não gostar do cinema feito em Portugal», Rui Pedro Tendinha, Diário de Notícias, 6.06.2019, 12h21).

 

[Texto 15 985]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.