Léxico: «orgasmático»

Também tem direito

 

      «Havia mãos que bailavam, soltas, dedaleiras enfebrecidas; e corpos convulsionados, num ritmo orgasmático, movimentos de autêntica dança sagrada; um homem-zebra que dir-se-ia cabecear, avançando e recuando o busto, archote quase extinto, perante um pijama verde com seios, imagem de vampirismo vegetal a que um aberrante capuz de carrasco escondia a face: pés de milagre, de onde a seiva, no estrugir do pick-up, subia ao corpo todo, devorado pela velocidade» (Casa de Correcção, Urbano Tavares Rodrigues. Lisboa: Livraria Bertrand, 1968, p. 154).

      Não, o narrador não está louco, tão-pouco o autor — está a descrever um baile de Carnaval (na novela Carnaval Negro, que faz parte da colectânea que tenho vindo a citar, Casa de Correcção. Há até quem afirme que é uma das melhores e mais acabadas novelas de Urbano Tavares Rodrigues). O que interessa agora: orgasmático. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: ✘. No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✔.

 

[Texto 9319]

Helder Guégués às 12:35 | favorito
Etiquetas: ,