Léxico: «ortoprótese»

Ah, mas faz falta

 

    «Seis meses após o tratamento, o búlgaro [Darek Fidyka] deu os primeiros passos, apoiado em barras paralelas, com ortopróteses para as pernas e a ajuda de um fisioterapeuta. Agora, passados dois anos da operação, já consegue caminhar fora do Centro de Neuro-reabilitação Akson, em Vratislávia, com a ajuda de um andarilho. Além disso, recuperou parcialmente a sensação da bexiga e dos intestinos e a função sexual» («Homem paralisado volta a andar depois de uma terapia pioneira», Nicolau Ferreira, Público, 22.10.2014, p. 29).

    É isso mesmo: o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, que acolhe «órtese», «ortótese» e «prótese», esqueceu-se de ortoprótese. (Mas escreve-se «neurorreabilitação», Nicolau Ferreira. Aponte.)

 

[Texto 5176]

Helder Guégués às 07:28 | favorito
Etiquetas: