Léxico: «passador»

Se é antigo, desaparece

 

      «Oito mais o passador. Iam de carro fora das localidades. Nas aldeias e vilas de Espanha passavam a pé e pelo monte, por causa da Guardia Civil. “A Espanha vivia uma ditadura com o general Franco tal qual como Portugal com Salazar. Ninguém podia sair do país. Demorámos mais de três dias a chegar a Paris. Dormíamos ao relento”, acrescenta [Julieta Alves, emigrante a salto]» («Memórias do Salto», Afonso de Sousa, TSF, 7.04.2018, 11h23).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista esta acepção de passador (!), mas apenas outra, também ligada à clandestinidade: «popular traficante de droga».

 

[Texto 9017]

Helder Guégués às 15:28 | comentar | favorito
Etiquetas: ,