Léxico: «pastilhão»

Hão-de chegar cá

 

      «Para evitar que as pastilhas elásticas sejam deitadas para o chão – as pastilhas são o lixo mais comum nas ruas a seguir aos cigarros – Anna Bullus criou umas caixas cor-de-rosa a partir do material reciclado. Os “pastilhões” foram espalhados por zonas estratégicas, como o aeroporto de Heathrow, universidades e estações de caminhos-de-ferro do Reino Unido. Por fora, a mensagem onde se explica que todas as pastilhas recolhidas serão recicladas e aproveitadas para a confeção de novos objetos» («Ruas britânicas mais limpas. Pastilhas ganham vida nova como lápis ou pentes», Rádio Renascença, 6.03.2018, 9h42).

    Proponho que se dicionarize, pois claro, até porque também vão chegar cá. Afinal, «em todo o mundo, são gastos mais de 15 mil milhões de euros todos os anos no fabrico de pastilhas elásticas». Impressionante.

 

[Texto 8868]

Helder Guégués às 12:12 | favorito