Léxico: «pêssego-rosa»

Ficaram muitos de fora

 

      «São famosos os travesseiros da Piriquita, as queijadas e até a carne de porco às Mercês. Mas quantos conhecem a maçã reineta de Fontanelas ou o pêssego rosa de Colares? O património gastronómico de Sintra em conferência esta sexta-feira» («Das queijadas ao pêssego rosa, Sintra mostra que “somos o que comemos”», Joana Carvalho Reis, TSF, 19.10.2018, 7h45).

      E nos dicionários? O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora tem, único composto, «pêssego-careca», e depois variedades com verbete próprio, como, por exemplo, maracotão/melacotão. (E não será antes, Joana Carvalho Reis, «carne de porco à Mercês»?)

 

[Texto 10 148]

Helder Guégués às 09:20 | comentar | favorito
Etiquetas: ,