Léxico: «progressivismo»

Parecida com a outra

 

      «Recorrendo a metáforas como a de um instrumento musical e da polifonia, ou (para mostrar a importância da localização da proteína) da diferença entre crescer num bairro chique de Paris ou numa zona pobre, ele aprofunda os fatores de variabilidade, mostrando que a biologia, no fundo, é ao mesmo tempo destino e liberdade. Do prazer à felicidade, do stresse aos excessos (drogas, obesidade e outros), do conservadorismo ao progressivismo, “Homo Biologicus” usa descobertas feitas no último meio século para desenhar um retrato abrangente das estruturas subjacentes aos atos e às aspirações humanas. A mensagem final é de esperança» (Luís M. Faria, recensão da obra Homo Biologicus, de Pier Vincenzo Piazza, «Revista E»/Expresso, 20.06.2020, p. 64).

 

[Texto 13 692]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,