Léxico: «quartela»

Cavalgaduras? Não

 

      «Incompreensível o uso de plásticos duros junto ao volante do lado esquerdo, no mesmo tom claro aplicado ao lado direito e tablier, e quartelas da porta, que apresentam aqui um material aborrachado, agradável ao toque» («Toyota Corolla Touring Sports 2.0 Hybrid Luxury: Cruzador de boa qualidade», José Carlos Silva, Rádio Renascença, 14.10.2019, 13h59).

      Neste caso, a Porto Editora incorre no pior dos erros da dicionarística: usa quartela num verbete, mas não o acolhe nem define num verbete autónomo. De «quartel» salta logo, prestes e leviana, para «quartelada». Vamos encontrá-lo em vívula: «VETERINÁRIA inflamação que afecta a pele e os tendões da quartela das cavalgaduras». E, como fica patente, quartela tem várias acepções.

 

[Texto 12 172]

Helder Guégués às 04:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,