Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linguagista

Léxico: «quermes», de novo

É como se usa

 

      Propus a dicionarização de quermes para designar a Quercus coccifera, mas a Porto Editora não aceitou. Tem, mas isso só agora vi, carvalho-dos-quermes. Não sei, pois, se dicionarizou este agora ou se já o acolhia. De qualquer maneira, parece-me óbvio que simplesmente quermes para designar aquela espécie é comum. «Os Dórios designam esta árvore por azinheira. É mais frágil e menos compacta do que o quermes, mas mais dura e mais resistente do que o carvalho. Quando a madeira está descascada, tem uma cor mais clara do que a do quermes, mas mais avermelhada do que a do carvalho. As folhas parecem-se com as de ambos, mas são maiores se se comparar com o quermes, e mais pequenas em comparação com o carvalho. O fruto é, em tamanho, mais pequeno que o do quermes, mas semelhante às bolotas minúsculas; é mais doce do que o do quermes e mais ácido do que o do carvalho. Há quem chame ao fruto do quermes e da azinheira ‘glande’ e ao do carvalho ‘bolota’» (Teofrasto, História das Plantas. Tradução, introdução e anotação de Maria de Fátima Sousa e Silva e Jorge Paiva. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2016, p. 157).

 

[Texto 13 771]