Léxico: «raposa-voadora»

Quase perfeito

 

      Aos domingos, o Diário de Notícias também traz, para quem quiser fazer colecção, a réplica de um animal em perigo de extinção. Serão vinte, dos quais apenas um — isto vai melhorando — não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: raposa-voadora (Pteropus vampyrus), que, na verdade, não é nenhuma raposa, só voadora. É um morcego, o maior do mundo. Não, vendo bem, faltam dois, pois também não regista urso-panda, mas, como é uma falta comum a muitos dicionários — e, afinal, é mais comum dizer panda —, mas é compreensível. Mas não está tudo bem: tubarão-branco e mandril, por exemplo, não têm, no dicionário da Porto Editora, nome científico.

 

[Texto 9514]

Helder Guégués às 15:28 | favorito
Etiquetas: ,