Léxico: «rupturista»

Voto no gato

 

 

      «Mas a euforia unitária do triunfo durou pouco tempo: sobe a tensão entre os rupturistas (o Exército, com Gomes da Costa à cabeça) e os conciliadores de Mendes Cabeçadas, atrás de quem se tentavam já reordenar as forças conservadoras dos partidos» (António de Oliveira Salazar — O Outro Retrato, Jaime Nogueira Pinto. Lisboa: A Esfera dos Livros, 2008, 6.ª ed., p. 60).

   Não tinha topado antes com ela. Rupturista. Está no Aulete: «Que suspende ou interrompe acordos, relações (de compromisso, políticas, etc.)». E quem fala em ruptura fala no Acordo Ortográfico de 1990, que amanhã volta a ser debatido: «O jornalista da RTP e escritor José Rodrigues dos Santos, a favor; o subdirector do PÚBLICO Nuno Pacheco, contra; o escritor e ex-secretário de Estado da Cultura Francisco José Viegas, que admitiu introduzir mudanças na legislação ratificada por Portugal em 2008. São estes os pólos do debate que amanhã — Dia da Língua Materna — se realiza em Cascais, com moderação de Carlos Carreiras, presidente da autarquia, sobre o Acordo Ortográfico. A sessão está marcada para as 10h [sic] da manhã na Biblioteca Municipal de Cascais/Casa da Horta da Quinta de Santa Clara. Será mais um momento de discussão de um tema polémico, que tem mobilizado investigadores, políticos e a opinião pública macional [sic]» («Acordo Ortográfico em debate amanhã em Cascais», Público, 20.02.2014, p. 35). Um a favor, um contra e um abstencionista. Voto no gato raiado que costuma andar lá pela biblioteca.

 

[Texto 4084] 

Helder Guégués às 16:07 | comentar | favorito
Etiquetas: ,