Léxico: «russófono/ russofonia»

Num bilingue...

 

      «A Rússia é vista pela maioria dos países europeus como um adversário que procura semear o caos, com interferências que vão desde a mais directa nas eleições francesas (“a tentativa falhada mais clara de uma entidade influenciar um processo eleitoral nos últimos anos”, segundo Heather A. Conley, directora para Europa do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, com sede em Washington), até à mais subtil na Alemanha, onde as autoridades russas usaram uma falsa violação de uma adolescente russófona em Berlim para atingir a política de receber refugiados da chanceler, Angela Merkel» («Serviços secretos europeus cortam com a Áustria por ligações à Rússia», Maria João Guimarães, Público, 14.04.2019, 17h33).

      Ainda no domingo, no programa Visão Global, da Antena 1, José Milhazes, a propósito das eleições na Ucrânia, usou várias vezes a palavra, e, contudo, não a vemos no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. «Uma parte significativa dos chamados russófonos votaram em Zelenskiy, e na segunda volta podem ficar em casa e não votar.»

 

[Texto 11 236]

Helder Guégués às 08:42 | favorito
Etiquetas: ,