Léxico: «sabat»

Mais precisamente

 

      «Michael Rothwell leva o livro sagrado até à linha dos olhos e abre-o com reverência, diante de uma sinagoga calada, a 25 Sivan do ano hebraico de 5779. O calendário civil marca 28 de junho de 2019, uma sexta-feira, e faltam poucas horas para o pôr-do-sol que inicia o sabat, e que apenas se extingue, de acordo com o Génesis, ao aparecimento das primeiras três estrelas da noite de sábado» («“Para os judeus sefarditas, a terra prometida nunca foi Israel. É Portugal e Espanha”», Catarina Maldonado Vasconcelos, TSF, 21.07.2019, 9h30).

      É este dado que falta na definição de sabat do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «RELIGIÃO descanso religioso, prescrito pela lei mosaica, que os judeus devem observar ao sétimo dia da semana». Atenção, é ao sétimo dia (sábado), e não ao primeiro dia (domingo, dia do Senhor, «primeira-feira»).

 

[Texto 11 832]

Helder Guégués às 20:04 | favorito