Léxico: «saborizante»

E cá como é?

 

      «En concreto, se estima que el organismo necesita unos 700 miligramos diarios de fósforo cuando el consumo medio en España está en unos 2-3 gramos al día según datos de la SEN de 2017, un consumo excesivo motivado por la ingesta de alimentos procesados, en los que los fosfatos provienen de los aditivos, conservantes y saborizantes» («El aditivo alimentario que acaba con tus ganas de hacer deporte», La Vanguardia, 20.01.2019, 3h45).

      Saborizante também o dicionário da Porto Editora regista, «que ou substância que, adicionada a um alimento (líquido ou sólido), lhe confere um determinado sabor», mas diz que é brasileirismo. Desta vez, não posso contradizê-lo (pese embora o largo historial de erros daquele dicionário nesta matéria), porque nunca deparei com a palavra. Entre os muitos aditivos alimentares — acidificantes, edulcorantes, emulsionantes, estabilizantes, espessantes, gelificantes, antioxidantes... —, este é novo para mim. Ou dar-se-á o caso de se pretender dizer o mesmo com a expressão «intensificador de sabor»? Ora, uma coisa é conferir sabor, outra é intensificar o sabor. Quem souber que responda.

 

[Texto 10 621]

Helder Guégués às 17:11 | favorito
Etiquetas: ,