Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linguagista

Léxico: «sardinhofone»

Se até já há obras para ele...

 

      «E, como este Festival se realiza em Portimão, uma terra de mar e um porto de descarga de sardinha, o percussionista Vasco Ramalho pensou em algo diferente. “Pedi ao compositor Tiago Cutileiro para escrever uma obra para marimba e sardinhofone”, diz a rir. Explica que o “sardinhofone” é um instrumento inventado, feito com latas de sardinha. Porque, afinal, qualquer objeto serve para construir um instrumento de percussão e fazer ritmos que podem puxar a um pé de dança» («Ritmos e batidas sincopadas num festival de percussão», Maria Augusta Casaca, TSF, 25.06.2021, 9h19).

      Como outros instrumentos inventados — como instrumento, todos —, tem lugar nos dicionários, tanto mais que até já existe pelo menos uma peça composta propositadamente para ele. Pode objectar-se que é uma coisa episódica, pontual, mas encontrar-se amanhã ou daqui a duzentos anos uma qualquer referência e não haver um dicionário que elucide é o pior que pode acontecer. Aliás, os dicionários estão repletos de hápax bem mais inúteis.

 

[Texto 15 307]