Léxico: «satanista»

A demoníaca ignorância

 

      Little Bear Schwarz, cantora operática nova-iorquina que padece de síndrome do ovário policístico desde os 14 anos, e por isso tem barba, pensava — com alguma razão, diga-se — que nunca iria casar. Depois de uma publicação no Facebook, porém, apareceu a sua cara-metade. Isto, que pode ser mentira, vinha anteontem no Correio da Manhã. A barba é real, o casamento é que não se sabe. «Rapidamente os dois se apaixonaram e no dia 24 de fevereiro ‘deram o nó’ numa cerimónia em que celebraram as religiões de ambos: a cristã e a satã. “O Tobias é um satanista, enquanto eu sou cristã, o que pode parecer que estamos num conflito um com o outro. Mas, na verdade, temos os mesmos códigos éticos — apenas os expressamos por meios diferentes”, explica Little Bear» («Mulher barbuda casa com homem que conheceu no Facebook», Correio da Manhã, 1.04.2019). «Satã» há-de ser para rimar com «cristã». Não temos tal adjectivo. Diz-se «religião satanista». A própria Little Bear Schwarz o escreve logo a seguir: «O Tobias é satanista». Satã é o mesmo que Satanás, o próprio Diabo, um nome próprio. E depois temos satânico, satanista e satanismo. Se dissessem que Mark Zuckerberg foi o padrinho, eu também acreditaria.

 

[Texto 11 102]

Helder Guégués às 08:19 | favorito
Etiquetas: ,