Léxico: «semiasa»

Ninguém ajuda

 

      «Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários conclui que houve falhas na manutenção do avião da Air Astana que em novembro voou descontrolado sobre os céus de Lisboa até aterrar de emergência em Beja. [...] Entre as falhas encontradas foi possível confirmar que nos controlos do avião houve uma “incorreta instalação do sistema de cabos de comando dos ailerons, em ambas as semi-asas”» («Avião que voou descontrolado sobre Lisboa teve falhas e erros na manutenção», Nuno Guedes, TSF, 31.05.2019, 18h25).

    No Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAA) não sabem escrever, e o jornalista está a borrifar-se. É semiasa, a distância entre a linha de centro e a ponta da asa. Por qualquer motivo inescrutável, os lexicógrafos também não colaboram.

 

[Texto 11 461

Helder Guégués às 19:36 | comentar | favorito
Etiquetas: ,