Léxico: «sensorização»

Não está mal

 

   «Segundo referiu [Marina Brito, investigadora do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga], um dos motivos da conferência [Battery Summit 2030] é conseguir que “seja um passo” para Portugal aderir ao ‘Fet Baterry 2030 Manifesto’, sendo que a comunidade científica “está focada” em quatro áreas de investigação: aceleração da descoberta de novos materiais e interfaces, sensorização inteligente e capacidade de autorregeneração, capacidade de fabrico e capacidade de reciclagem» («Lítio pode ser o petróleo de Portugal? Investigadora diz que sim», TSF, 30.05.2019, 11h32).

      O panorama, desta vez, não é assim tão mau, Porto Editora, só falta dicionarizares sensorização.

 

[Texto 11 448]

Helder Guégués às 15:12 | favorito
Etiquetas: ,