Léxico: «serifa»

Não é muito claro

 

      «Em Melbourne, na Austrália, foi criado um tipo de letra a pensar nos estudantes e em todos aqueles que precisam de memorizar o que lêem. O “Sans Forgetica” foi criado por investigadores do Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT) para usar as capacidades cognitivas humanas e ajudar a memória. [...] Os investigadores garantem também que os tipos de letra sem serifas (pequenos traços e prolongamentos que ocorrem no fim das hastes das letras) são mais eficazes para memorizar, especialmente os menos legíveis» («Chegou o tipo de letra que ajuda a memória», Rádio Renascença, 14.11.2018, 10h38).

      Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, serifa é o «pequeno traço ou linha grossa que remata as extremidades das letras». Já há aqui alguma diferença, e creio que falar em haste da letra (acepção que nem sequer se encontra no dicionário da Porto Editora) ajuda. Para o Merriam-Webster, é «any of the short lines stemming from and at an angle to the upper and lower ends of the strokes of a letter». Serifa de pé, serifa de cabeça, bilateral, unilateral..., é matéria para manual. Para a definição de um dicionário geral, ainda assim, falta, no dicionário da Porto Editora, um dado relevante: nem todos os tipos de letra têm serifa.

 

[Texto 10 289]

Helder Guégués às 08:43 | comentar | favorito