Léxico: «sidra»

Desta vez, sem erro

 

      Ao almoço, bebi uma Bandida do Pomar, a sidra da Central de Cervejas. Felizmente, não trabalham lá nem jornalistas nem tradutores, ou ainda veríamos no rótulo «cidra» em vez de «sidra». Dizem da Central de Cervejas que o tipo de maçãs utilizadas na produção de sidra não existe no território nacional. Essa é boa... Por causa do clima. A imagem da raposinha também está muito bem conseguida, com as patas na posição do cavalo da estátua de D. José I, mas sem serpentes no caminho. Neste caso, e é essa a diferença, a pata direita é mesmo a direita, e não a esquerda.

 

 [Texto 10 549]

Helder Guégués às 15:10 | comentar | favorito
Etiquetas: ,