Léxico: «simógrafo/ sismómetro»

Não tão brilhante assim

 

      Na edição de hoje do Portugal em Directo, na Antena 1, ouvi a investigadora Ana Ferreira, do University College de Londres, que dizia que é necessário instalar mais sismómetros no fundo oceânico, à volta do arquipélago dos Açores. Sim, sismómetros. Se usou esta palavra, e não «sismógrafo», não terá sido por acaso, pelo que vale a pena pesquisar em que consiste cada um deles. Para a jornalista que a entrevistou, parece ser tudo igual, pois usou ambas as palavras. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora dá-lhe razão, pois em sismómetro remete simplesmente para sismógrafo. Está tudo dito? Não. Num texto de apoio sobre o sismómetro na Infopédia, lê-se isto: «Um sismómetro consiste no sensor básico dos instrumentos sismográficos de que o sismógrafo e o sismoscópio fazem parte.» Ou seja, talvez não seja assim uma ideia tão brilhante remeter sem mais do primeiro para o segundo vocábulo.

 

[Texto 11 279]

Helder Guégués às 23:26 | favorito