Léxico: «singapuriano»

Não tem de ser assim

 

      Como tenho vindo a demonstrar, os dicionários têm imensas faltas e erros. Só em variantes, estão desfalcados em centenas de termos. Em regionalismos, idem. Há, actualmente, meios para os dicionários digitais serem muito melhores. Para se aproximarem do fascínio que é folhear um dicionário em papel, teriam de disponibilizar ao leitor, em cada verbete, uma espécie de nuvem de palavras correlacionadas que permitisse ao leitor saltar logo, se quisesse, para outro vocábulo e, eventualmente, até encontrar respostas mais adequadas ao que procura. (Não, não vou registar a patente da ideia.) Vá um exemplo para reforço: «O singapuriano Wilson Raj Perumal foi um dos maiores inimigos do futebol» («A bola como fantoche», Tiago Carrasco, «Revista E»/Expresso, 26.01.2019, p. 36). Ora, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (veja o leitor noutros, faça alguma coisa) apenas regista singapurense e, em uso no Brasil, cingapuriano. Acontece que não faltam abonações para o uso de singapuriano em Portugal. Omitir isto é prestar um mau serviço à língua e a todos nós.

 

[Texto 10 747]

Helder Guégués às 14:05 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,