Léxico: «sombra | sol | sombra-sol»

Que grande tourada

 

      «Não há evidentemente distinções entre sol e sombra, nem há camarotes» (Crónicas da Diáspora, Eduardo Mayone Dias. Lisboa: Edições Salamandra, 1992, p. 111).

      Não me vou queixar da ausência de volapié no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, mas da falta de sol e sombra na acepção de lugares, assentos, em recintos como praças de touros e estádios, que estão expostos ao sol ou à sombra, disso tenho de me queixar. (Não é a primeira vez que aqui trago a questão.) E não há também sombra-sol? Nas esplanadas, são estes os meus preferidos. Agora me lembro de que até existiu um semanário com o título Sol e Sombra.

 

[Texto 11 518]

Helder Guégués às 15:47 | comentar | favorito
Etiquetas: ,