Léxico: «speaker»

Mais ou menos

 

      «O Reino Unido vai ficar de novo colado à TV Parlamento, para ver o próximo episódio da comédia de sucesso chamada “Brexit”. O canal de serviço público da BBC tornou-se tão popular que superou a MTV. E a estrela da comédia é John Bercow, de 56 anos, um pequeno disciplinador e mestre em chacota que é a 157.º presidente do Parlamento. Bercow é o speaker mais teatral e proactivo dos tempos modernos. [...] “Ele não se pode comparar a nenhum outro speaker”, disse Bobby Friedman, autor da biografia Bercow, Mr. Speaker: Rowdy Living in the Tory Party. “A palavra speaker [orador] é enganosa. Antes de Bercow, não se esperava que o speaker falasse. Mas Bercow transformou o cargo”, disse Friedman. [...] E já acusou os legisladores de serem “delinquentes incorrigíveis”. Um deles sugeriu que Bercow dorme com um dicionário» («“Ordem! Ordem!” O speaker de língua afiada está a mudar as regras — e talvez o “Brexit”», William Booth e Karla Adam, Público/Washington Post, 29.01.2019, p. 27).

      Que bem que William Booth e Karla Adam escrevem português, não é? Ah, não? Agora me lembro: é aquele mau hábito dos nossos jornais de não indicarem quem fez a tradução. Bem, isto um dia passa-lhes — ou eles mesmo passam. Na realidade, escrevem mais ou menos: não é, afinal, «pró-activo»? Passemos a outra. O Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora regista speaker, claro, «the Speaker, o presidente da Câmara dos Comuns ou assembleia legislativa». Por acaso, a outra câmara também é legislativa. São ambas, é um parlamento bicameral, ambas têm poder legislativo. A Câmara dos Comuns detém a maioria dos poderes legislativos. Ainda que residual, a Câmara dos Lordes detém igualmente poder legislativo.

 

[Texto 10 677]

Helder Guégués às 19:47 | favorito