Léxico: «sumidades»

Não somos nós

 

      «“No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, que decorria há cerca de seis meses, foi dado cumprimento de mandado de busca domiciliária, tendo sido apreendidas 210 plantas de canábis em várias fases de maturação”, além de “três quilos de sumidades” e 35 doses de folhas da mesma planta prontas para consumo, afirma em comunicado o Comando Territorial de Coimbra da GNR» («Sexagenário detido por cultivo de 210 pés de canábis na Lousã», Rádio Renascença, 21.09.2018, 16h05).

      Sim, Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, eu sei, sou uma sumidade, e tu também, mas aqui é no plural, sumidades, de que se fala — até na lei, vê aqui — muito a respeito da canábis. Sumidades são as pontas da planta, com as últimas folhas e/ou flores na parte mais alta. Cá está, na parte mais alta, porque sumidade é o ponto mais alto, cimo, cume, topo.

 

[Texto 9965]

Helder Guégués às 09:04 | favorito
Etiquetas: ,