Léxico: «superbactéria/carbapenema»

Mas existem

 

    «Genes associados a bactérias resistentes a antibióticos foram descobertos no norte do Ártico, uma das regiões mais remotas do planeta Terra. Apesar de não ter sido confirmada a presença de superbactérias, foram identificados em Svalbar [sic] genes como o blaNDM-1, que podem conferir às bactérias resistência a carbapenemas, os antibióticos de último recurso no tratamento de doenças» («Genes de bactérias resistentes a antibióticos descobertos no Ártico», Carolina Rico, TSF, 28.01.2019, 10h12).

      Evidentemente, estranho mais a ausência de superbactéria do que de carbapenema em alguns dos nossos dicionários. (Na realidade, é Svalbard, ou, como se lê aqui e ali, aportuguesado, como convém, Esvalbarda, um arquipélago que é território árctico norueguês. A amostra foi recolhida, mais concretamente, no fiorde do Rei.)

 

[Texto 10 667]

Helder Guégués às 11:49 | comentar | favorito
Etiquetas: ,