Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «taipa militar | hisn»

Fortificação rural

 

      «De muito particular [o castelo de Paderne] tem o método de construção, já que, ao contrário da esmagadora maioria das fortificações existentes na Península Ibérica, esta não é feita em pedra, mas sim em taipa militar, daí o tom avermelhado. “Terra, pedrinhas, cal e água.” A mistura era amassada e colocada dentro de cofragens de madeira, directamente no local onde iria ficar o “tijolo”. Depois de secos, os blocos iam formando as paredes da fortificação. Era “uma construção muito rápida”, aponta o responsável [Paulo Pereira, técnico do serviço educativo do Museu Municipal de Arqueologia de Albufeira]» («Por terras de Albufeira, trocar a praia por um castelo», Mara Gonçalves, Público, 10.08.2020, p. 36).

      O técnico afirma que, na verdade, não é um castelo, mas um hisn, uma pequena fortificação rural. Este é mais um tipo de taipa. Quanto a hisn, vamos encontrá-lo num texto de apoio da Infopédia, onde se lê: «Estes “senhores muçulmanos” exerciam a função de alcaide (qaid) de um castelo (hisn) ou torre (borj) e dependiam da boa vontade do poder real na redistribuição dos tributos.»

 

[Texto 14 239]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.