Léxico: «talhe-doce»

A PJ sabe

 

      «“A elevada qualidade das notas produzidas por esta rede criminosa era reconhecida por todos os compradores, assente na utilização de papel de segurança com incorporação de filamento de segurança, hologramas e bandas holográficas autoadesivas, tintas ultravioleta, marca de água e talhe doce”, descreve a PJ» («Desmantelada uma das maiores redes de notas falsas da Europa», Rádio Renascença, 9.09.2019, 8h47).

      Sim, também se diz talhe-doce, mas a Porto Editora finge que não sabe e só regista talho-doce. Não lho agradecemos.

 

[Texto 11 936]

Helder Guégués às 17:08 | comentar | favorito
Etiquetas: ,