Léxico: «tambaqui»

Já o tivemos

 

      «O Destino marca a hora, mesmo quando há cinco horas de diferença de Lisboa e os termómetros marcam 29 graus às nove da noite enquanto comemos costela de tambaqui — sim, costelinha mesmo, ainda que tambaqui seja peixe grandão lá das águas do rio Negro e do Solimões» (Memórias da Nação Valente – Portugal nos Mundiais de Futebol, Afonso de Melo. Alfragide: Oficina do Livro, 2018).

      Isso mesmo, tambaqui (Colossoma macropomum), mas, nos nossos dicionários, o mais próximo a que se chega é a «tambaque», isto quando foi registado há décadas na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.

 

[Texto 10 305]

Helder Guégués às 13:48 | favorito
Etiquetas: ,