Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «tapa-furos»

Os verdadeiros

 

      Podemos encontrá-los — e sob este nome, atenção — no Aki, na Leroy Merlin, nas drogarias e lojas de ferragens tradicionais, as melhores. Refiro-me aos tapa-furos. No dicionário da Porto Editora, que acolhe o termo, remete-se logo, precipitadamente, para tapa-buracos: «pessoa que desempenha qualquer função, na falta de outrem». Não pode ser, têm de acrescentar o sentido próprio.

      Quando os furos são numa qualquer parede de reboco, é fácil, há muitas massas já prontas a aplicar, ou usamos cimento branco, ou gesso. Mas numa parede revestida de azulejos ou pedra? Pois é: nesse caso, precisamos de tapa-furos. Há-os de vários tipos, cromados, lacados, de latão, de plástico, etc. Sim, em certos casos, até temos outras soluções, como borrachas técnicas, habitualmente menos estéticas.

 

[Texto 13 531]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.