Léxico: «taparuere»

Também são bons

 

      «Este Pereira — segreda-me o Rafael —, quando vier a liberdade, tem um grande futuro à frente dele a vender taparueres» (Santo Desejo, Pedro Alçada Baptista. Lisboa: Editorial Presença, 2004, p. 74).

      Nas obras de António Lobo Antunes também há — tinha de haver — taparueres. Não se vê muito, mas nunca a vi como aportuguesamento burlesco.

 

[Texto 5796]

Helder Guégués às 22:14 | comentar | favorito