Léxico: «tardo-oitocentista»

Que não tarde

 

      «“Trata-se de um imóvel [edifício do dispensário de Alcântara] tardo-oitocentista (finais do séc. XIX), de ‘gosto romântico’, que associa às novas tecnologias de construção em ferro e vidro uma fisionomia simplificada, que remete para tempos passados, como se pode observar pelo recurso ao tradicional soco em pedra ou pelo tratamento das guarnições dos vãos exteriores”, acrescenta a autarquia» («Dispensário de Alcântara vai ser classificado», Público, 30.05.2017, p. 15). Isso mesmo, mas no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora apenas encontramos tardo-gótico e tardo-medieval.

 

[Texto 7882]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | favorito
Etiquetas: ,