Léxico: «tecolameco»

É alentejano, não entra

 

      «Mas o dia não foi de problemas, antes de festa. Acabou a jantar com os alunos da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, que lhe prepararam o manjar: creme de coentros, bochecha de vitela, carne alentejana com migas de espargos, tudo acompanhado de três tipos de pão: alentejano, de castanha e de bolota. Um doce típico do Crato, tecolameco, para sobremesa. E vinho de uma herdade próxima, propriedade de Cândido Ferreira, adversário de Marcelo nas presidenciais» («Marcelo, o Presidente próximo, troca beijinhos e selfies por esperança», Leonete Botelho, Público, 22.04.2016, p. 11).

     É mais um doce tradicional da riquíssima doçaria conventual. Os dicionários desconhecem. Seria mais provável estar dicionarizado se fosse um regionalismo do Norte.

 

[Texto 6762]

Helder Guégués às 09:52 | comentar | favorito
Etiquetas: ,