Léxico: «tenébrio»

A proteína do futuro

 

      Na emissão de hoje (reposição) do Ponto de Partida, na Antena 1, Eduarda Maio foi falar com o engenheiro alimentar Guilherme Pereira, da Portugal Bugs. Falaram de grilos, gafanhotos, moscas (a mosca-soldado-negro, Hermetia illucens) e do tenébrio — as larvas, pequenas e amareladas, dos besouros da farinha. Na Infopédia, só em bilingues... Mas também não está na maioria dos dicionários. O pobre Sacconi não sabe de nada, mas o Houaiss (Lisboa, 2003) acolhe-o. O VOLP da Academia Brasileira de Letras regista-o duas vezes (!), talvez para compensar a sua ausência noutros dicionários e vocabulários. Bugou, como diz a minha filha... Enfim, o panorama é mais ou menos tenebroso.

 

[Texto 10 778]

Helder Guégués às 23:06 | favorito
Etiquetas: ,