Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «titulador»

Mais cuidado

 

      «A pedofilia tem sido uma das maiores sombras sobre a Igreja Católica e o Papa Francisco tentou uma autêntica revolução. As normas para a proteção de menores incluem a denúncia obrigatória. A lufada de ar fresco que procurou introduzir na Igreja, da gestão financeira a questões morais como o acolhimento de divorciados e recasados, nem sempre foi bem recebida e sentimos muitas vezes o Papa como um homem só entre alguns setores eclesiásticos» («A igreja portuguesa e os abusos sexuais», Inês Cardoso, TSF, 20.05.2020, 11h20).

      Vá lá, foi só inépcia ou incúria do titulador (palavra que a Porto Editora desconhece), porque no corpo do texto está sempre com maiúscula, Igreja e Igreja Católica. Melhor, portanto, do que no próprio dicionário da Porto Editora, que em alguns, demasiados, verbetes, escreve «Igreja católica». Sirva de exemplo o verbete catabaptismo: «RELIGIÃO doutrina cristã, considerada herética pela Igreja católica, que considera o baptismo desnecessário para a salvação». Não pode ser, é um dicionário, tem de servir de exemplo.

 

[Texto 13 401]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.