Léxico: «tomilho-do-mar | planta-do-caril»

Junto do mar

 

      «Numa caminhada sobre as falésias de Sagres, descobrimos por que diz Simone que “nunca comprou uma especiaria” desde que mora cá. Cresce de tudo por aqui, de forma selvagem. Vemos os zimbros e o rosmaninho, o tomilho-do-mar, o alecrim e a planta-do-caril, com o seu aroma inconfundível. As camarinheiras estão repletas de pequenas pérolas brancas, que não chegamos a provar por serem uma espécie protegida, em regressão no território português, depois de terem povoado as memórias veraneantes ao longo da costa nacional durante gerações» («Em Sagres, tudo é mais agreste, natural, verdadeiro», Mara Gonçalves, «Fugas»/Público, 8.08.2020, p. 4).

      Exactamente: a planta-do-caril (Helichrysum italicum) e o tomilho-do-mar (Thymus camphoratus). A propósito de mar: ainda estava deitado e já estava a ouvir na rádio que hoje se celebra o «Dia Marítimo Mundial». Caramba, então agora também se copia isto do inglês? Nesta língua é que se diz World Maritime Day. Em português, que eu saiba, diz-se Dia Mundial do Mar. Ora esta...

 

[Texto 14 022]

Helder Guégués às 10:45 | comentar | favorito
Etiquetas: ,