Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «ventosaterapia»

Não é nada de novo

 

      «O ar de triunfo de Michael Phelps nas fotografias da madrugada de ontem, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, é flagrante. O famoso nadador norte-americano venceu a prova de estafetas dos 4x100m livres. Mas foi impossível não reparar também nas marcas redondas e roxas que o atleta tinha no ombro direito e nas costas. As manchas são hematomas, mas, como dizem as notícias de vários jornais internacionais, o que se vê é o resultado do cupping, uma técnica usada na medicina tradicional chinesa e que em português se chama “ventosaterapia”» («As marcas redondas nas costas de Phelps têm um nome: ventosaterapia», Nicolau Ferreira, Público, 9.08.2016, p. 38).

      Não é nada de novo, não, mas agora encontrou o palco perfeito para ser conhecido em todo o mundo. Os dicionaristas ainda não a descobriram.

 

[Texto 7011]

2 comentários

Comentar post