Léxico: «verde-pinheiro»

Vamos ver se é assim

 

      «Nesta demanda pelo interior, o primeiro-ministro resolveu ir a condizer com mancha florestal, envergando um elegante blazer verde e uma gravata da mesma cor. Mas o primeiro-ministro levou o pendant ao extremo e calçou também umas peúgas verde-pinheiro. Senhor primeiro-ministro, há limites para a audácia da moda jovem...» («Foto da semana», Público, 27.01.2018, p. 11).

      Não faltam cores, tons e matizes, e muitos estão, porque mais usados, dicionarizados. Este também o pode estar, como sucede nos dicionários de outras línguas. E agora quanto aos factos: serão mesmo verde-pinheiro as peúgas do primeiro-ministro? Como estava no pinhal de Leiria a plantar uma árvore, é engraçado pensar que sim. Não faltam aplicações para o saber. Instalei a Inspector, para iOS, e, na impossibilidade de chegar às peúgas, nem que subornasse a lavadeira, aproximei o telemóvel da fotografia do jornal. O resultado é entre olive (#5C6A4B) e light olive (#919E72). Desviando um nadinha a câmara, também se obtém dijon (#C8DD85). Verde-azeitona, verde-azeitona-claro e verde-mostarda. Nada de pinheiro.

 

[Texto 8625]

Helder Guégués às 15:00 | favorito
Etiquetas: ,