Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «virtópsia | autopiloto»

Onde já vai o virtual

 

      «O Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF) informou que, no contexto da pandemia, houve apenas dois corpos que entraram nas suas instalações com diagnóstico de covid-19. “Sendo absolutamente necessária uma autópsia médico-legal”, aqueles corpos foram sujeitos a “virtópsias”, ou “autópsias virtuais”, disse o instituto sediado em Coimbra, explicando que está em causa “um método científico inovador que consiste no estudo imagiológico do cadáver”» («Autópsias virtuais realizadas em dois corpos infetados com covid», Nelson Morais, Jornal de Notícias, 31.10.2020, p. 12).

      Depois disto, e em plena pandemia, só faltam os enterros virtuais, sem a presença de gatos-pingados, coveiro ou sacerdote, só robôs. O carro funerário pode ser um Tesla em modo FSD (full self-driving capability). A propósito, Porto Editora, perdeste o verbete de autopiloto.

 

[Texto 14 267]

2 comentários

Comentar post