Léxico: «xenotransplante»

Rigor

 

      «Uma investigação realizada na Alemanha provou agora que é possível transplantar, de forma eficaz, corações de porcos para babuínos, podendo levar a avanços significativos em humanos. [...] O sucesso foi alcançado, dizem os investigadores, através de alterações no protocolo e técnicas usadas nos transplantes de coração entre espécies diferentes (xenotransplantes)» («Babuínos com corações de porco conseguiram viver mais de seis meses», Filipa Almeida Mendes, Público, 6.12.2018, p. 28).

      A jornalista acertou, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora errou: «utilização de órgãos de outras espécies animais para substituir os de um ser humano». Espécies diferentes, como, no caso, entre babuínos e porcos. Não estão aqui envolvidos seres humanos — e houve xenotransplante. Rigor.

 

            [Texto 10 415]

Helder Guégués às 22:16 | comentar | favorito | partilhar