Léxico: «zuca»

Deplorável

 

      «Em causa está a exposição nos corredores da faculdade de cartazes com frases de teor xenófobo. Colado a uma caixa de madeira com pedras e colocada no chão, lia-se num cartaz: “Grátis se for para atirar a um zuca (que passou à frente no mestrado)”. Na caixa, identificada por outro cartaz como Loja de Souvenirs, estavam pedras, disse à Lusa Flora Almeida, uma das estudantes brasileiras de mestrado que primeiro denunciou a situação nas redes sociais e que confrontou o grupo Tertúlia com a situação» («Brasileiros protestam contra cartaz. Universidade de Lisboa abre processo disciplinar por caso de xenofobia», Observador, 29.04.2019, 19h43).

      Raramente os dicionários vão à frente da realidade (já tem acontecido, e até por culpa minha), e assim é que está bem. Contudo, não convém que se espere tanto, ou a língua que se fala a cada momento nunca estará inteiramente reflectida neles. Neste caso, pelo menos o dicionário da Porto Editora não acolhe ainda esta redução de brasuca. E, como se vê, zuca anda por aí. Uma palavra em relação ao caso da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa: deplorável.

 

[Texto 11 282]

Helder Guégués às 09:14 | comentar | favorito (1)
Etiquetas: ,