«Língua-mãe/língua materna»

Está a alastrar

 

      «Nascida na Bélgica há 60 anos, Ursula Gertrud von der Leyen, Albrecht de solteira, tem francês e alemão como línguas-mãe, fala também inglês e é considerada uma conservadora moderada. Antes de ser ministra do Trabalho e da Segurança Social (2009-2013), foi ministra Federal da Família, Cidadãos Sénior, Mulheres e Juventude (2005-2009). Em dezembro de 2013 foi nomeada para a Defesa, cargo que ocupa até hoje» («Da ginecologia à presidência da Comissão Europeia. Quem é a mulher que vai mandar na Europa», Cristina Peres, Expresso, 7.07.2019).

      Olhe que não, Cristina Peres, olhe que não: consulte um dicionário e verá que «língua-mãe» não é sinónimo de «língua materna», como erradamente pensa.

 

[Texto 11 717]

Helder Guégués às 10:13 | comentar | favorito
Etiquetas: ,