Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Línguas da Suíça

Babel suíça

 

      «Como se diz “reviravolta” em suíço?» (Carlos Calaveiras, Rádio Renascença, 14.01.2020, 20h10).

      E «parvoíce» em angolano, como se diz? Carlos Calaveiras fica agora a saber que não há nenhuma língua suíça. «As línguas oficiais são o francês, o alemão e o italiano. Existe ainda uma quarta língua oficial, o romanche, falada por 1% da população», lê-se na Infopédia. Não é bem, bem assim. Na Suíça há três línguas oficiais (alemão, francês e italiano) e quatro ou cinco línguas nacionais (romanche, ieniche, bávaro, franco-provençal, ou arpitano, e valser). O romanche, em acentuada regressão no número de falantes, é conhecido por vários nomes. Veja-se como são tratados no dicionário da Porto Editora: rético remete para ladino; ladino remete para rético e reto-romano; reto-romano remete para ladino; romanche remete para grisão; grisão remete para romanche. Bávaro nem sequer figura como dialecto ou língua naquele dicionário, e arpitano, ieniche e valser foram esquecidos de todos os nossos dicionários.

 

[Texto 12 650] 

1 comentário

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.