«Los dóberman»

E aqui ao lado...

 

     Em castelhano também não faltam casos estranhos. Por exemplo, as palavras esdrúxulas terminadas em n mantêm-se invariáveis, regra que apresenta apenas duas excepções: o plural de régimen é regímenes e o de espécimen é especímenes. A outra excepção, para mim, não o é verdadeiramente: o plural de hipérbaton é hipérbatos. É o que se lê nas gramáticas, mas se há hipérbato e hipérbaton, não é verdade que o plural de hipérbaton, esdrúxula, seja hipérbatos. O plural de hipérbaton é, como em português, hipérbatones. Felizmente, são palavras, ou pelo menos esta última, com pouca frequência de uso. Não se passa, porém, o mesmo com todas as abrangidas pela regra. Considere-se o vocábulo dóberman. Diz-se, contra tudo o que é natural, los dóberman. Ora, casos destes temos nós em português.

 

[Texto 6006]

Helder Guégués às 12:52 | favorito
Etiquetas: ,