Mais do que Shakespeare

Palavras, palavras, palavras

 

 

      «Sabe aqueles artistas que só falam sobre drogas, mulheres e dinheiro? Pois bem, foi elaborado um gráfico que compara 35 mil letras dos “rappers” mais conhecidos às primeiras cinco mil palavras das obras mais emblemáticas de Shakespeare, com o intuito de perceber quem utiliza um vocabulário mais vasto» («Os artistas de hip-hop com mais vocabulário que Shakespeare», Expresso Diário, 7.05.2014).

  O curioso é que em Londres há uma Hip-Hop Shakespeare Company, fundada por um tal Akala (ouçam-no aqui numa conferência TED). E por cá, o panorama será comparável? Sam The Kid, Boss AC, Mind da Gap, Da Weasel, Expensive Soul... Falta-nos é um Matt Daniels.

 

[Texto 4519]

Helder Guégués às 22:23 | favorito
Etiquetas: